Perguntas Frequentes

O estilo XP é simples: acreditamos que quem é bem assessorado cuida melhor dos seus investimentos.

Previdência Privada

Informações Iniciais

O que é o Previdência Privada?

É um investimento de longo prazo que atua como uma aposentadoria complementar não atrelada ao sistema do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Composta por um fundo de investimento e distribuída por uma seguradora, ela é complementar à previdência pública e tem como objetivo acumular reserva financeira para, no futuro, ser resgatada ou transformada em renda mensal.

O produto é composto pela definição de 3 dados:
- Tipo de plano (PGBL ou VGBL)
- Tipo de tributação (Progressiva ou Regressiva)
- Fundo para alocação do recurso

Os produtos de seguros e previdência do Grupo XP são comercializados pela XP Corretora de Seguros Ltda. (“XPCS”), com código SUSEP n° 10062846-8.

Por que investir em uma previdência privada?

A previdência é um excelente mecanismo para acumular dinheiro para a aposentadoria, pois permite ao investidor obter uma alta rentabilidade no longo prazo. Isso ocorre porque o IR é cobrado apenas no momento do resgate, possibilitando que o capital investido esteja integralmente sujeito a ação dos juros compostos.

Além disso, dependendo da modalidade, a alíquota de IR cobrada sobre investimentos em previdência pode chegar a 10%, menor do que em qualquer outro tipo de investimento.

Quais são os custos para investir em previdência privada?

Taxa de administração – cobrada como um percentual do valor investido para cobrir a gestão do fundo de investimento.

Taxas de carregamento (entrada e saída) – são taxas incidentes sobre as contribuições periódicas ao plano, que podem ser cobradas tanto no momento do aporte (entrada) quanto no momento do resgate (saída). Atualmente não são cobradas pela XPCS para a seguradora ICATU e para a seguradora Porto Seguro há taxa de saída que chega a zero após 2 anos.

O que é portabilidade? É possível transferir meu plano de previdência atual para um plano da XPCS?

Existe a possibilidade de trocar de um plano para outro sem arcar com custos envolvidos em um resgate. Pode ser realizada entre seguradoras diferentes (portabilidade externa) ou dentro da mesma instituição (portabilidade interna).

É possível sim fazer a portabilidade de seu plano atual para um plano XPCS. Para saber mais, clique aqui.

Quais os principais riscos num investimento em Previdência Privada?

Os riscos vão variar de acordo com o perfil de risco do fundo de Previdência Privada selecionado. Para avaliação dos riscos, é importante a leitura do prospecto, o formulário de informações complementares, lâmina de informações essenciais e o regulamento, quando aplicável, do fundo antes de investir.

Aplicação e resgate

Qual o passo a passo para contratar um plano de previdência?

O primeiro passo é abrir sua conta na XP Investimentos. Quer saber mais? Clique aqui.

Com a conta aberta, o cliente poderá fazer suas contribuições esporádicas via boleto bancário ou mensal via débito em conta. Entre em contato com seu assessor de investimentos ou com nossa Central de Atendimento para realizar seus investimentos.

Onde é possível visualizar os fundos de previdência disponíveis na XPCS?

O primeiro passo é abrir sua conta na XP Investimentos. Quer saber mais? Clique aqui.

A XPCS distribuiu mais de 20 fundos de previdência para diferentes perfis. Para ter acesso à esse fundos, entre em contato com seu assessor de investimentos ou com nossa Central de Atendimento.

Já possuo plano de previdência privada e quero fazer a portabilidade. Como transferí-lo para um plano de previdência XP Corretora de Seguros?

O primeiro passo é abrir sua conta na XP Investimentos. Quer saber mais? Clique aqui.

Com a conta aberta, solicite o extrato completo à seguradora cedente e contate seu assessor de investimentos ou nossa Central de Atendimento para realizar a portabilidade. Após a solicitação, o cliente poderá assinar a proposta e aguardar aproximadamente 20 dias úteis para a portabilidade ser finalizada.

Como solicito o resgate dos meus investimentos?

Entre em contato com seu assessor de investimentos ou com nossa Central de Atendimento para solicitar o resgate dos seus investimentos.

Tributação

O que são PGBL e VGBL?

Os Planos de Previdência complementar oferecidos por entidades abertas são classificados em 2 tipos: PGBL e VGBL. A tabela abaixo resume as principais diferenças entre os dois:

CaracterísticasPGBLVGBL
Contribuições dedutíveis da base de cálculo de Imposto de Renda, até 12% da renda bruta anualSimNão
Cálculo de Imposto de RendaIncide sobre o total resgatado ou sobre a renda recebidaIncide apenas sobre o ganho de capital, quando ocorre o resgate ou o recebimento da renda
Possibilidade de opção pela tabela regressiva de tributaçãoSimSim
Incidência de come-cotasNãoNão
Ideal para:Quem faz declaração completa de IRQuem é isento de IR / Faz declaração de IR simplificada / Já contribui com o limite de 12% de dedutíveis do IR em um PGBL

O que é tributação Progressiva e Regressiva?

Na tributação progressiva:
- No momento do resgate do recurso o recolhimento de IR é de 15%, com ajuste na Declaração Anual, podendo chegar em até 27,5%.
- No caso de recebimento em forma de renda mensal, a tributação é na fonte de acordo com tabela de rendimentos tributáveis vigente no Imposto de Renda da Pessoa Física:

Base de Cálculo MensalAlíquotaParcela a Deduzir do IRPF
Até R$1.903,98--
De R$1.903,99 até R$2.826,657,50%R$142,80
De R$2.826,66 até R$3.751,0515,00%R$ 354,80
De R$3.751,06 até R$4.644,6822,50%R$ 636,13
Acima de R$4.644,6827,50%R$ 869,36

Na tributação regressiva:
- No momento do resgate do recurso o IR incidirá em função do tempo de permanência de cada aporte. Quanto maior o prazo de permanência de cada contribuição no plano, menor a alíquota de IR, conforme tabela abaixo.
- No momento do resgate, o método utilizado será o PEPS (primeiro que entra primeiro que sai), ou seja as notas serão resgatadas de acordo com a data de entrada.
- Em caso de morte do titular do plano, ao solicitar o recebimento da reserva remanescente de forma única, os beneficiários pagarão no máximo 25% e para contribuições com mais de 6 anos, o valor correspondente à tabela abaixo.

Base de CálculoAlíquota
Até 2 anos35%
De 2 a 4 anos30%
De 4 a 6 anos25%
De 6 a 8 anos15%
Acima de 10 anos10%

É possível fazer a troca do regime de tributação em um plano?

PROGRESSIVA > REGRESSIVA
- A tributação progressiva pode ser alterada para regressiva. Neste caso, o tempo de permanência no plano original é desconsiderado e o montante é alocado totalmente na alíquota de 35%.

REGRESSIVA > PROGRESSIVA
- Não é permitida.

Na portabilidade (interna ou externa), posso alterar a tributação do plano?

A tributação deve se manter a mesma e após a entrada do recurso, é possível fazer alterações de planos progressivos para regressivos.

Caso a portabilidade seja entre tabelas regressivas, as alíquotas serão mantidas na mesma faixa de imposto da entidade cedente.

Abra sua conta